Brigas 
(Evaldo Gouveia e Jair Amorim)

(interpretação: Kondor) 


Veja só que tolice nós dois
Brigarmos tanto assim
Se depois vamos nós a sorrir
Trocar de bem, enfim
Para que maltratarmos o amor
O amor não se maltrata, não
Para que se essa gente o que quer
É ver a nossa separação
Brigo eu
Briga você também
Por coisas tão banais
E o amor, em momentos assim
Morre um pouquinho mais
E ao morrer então é que se vê
Que quem morreu fui eu e foi você
Pois sem amor, estamos sós, morremos nós

 **********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail

OlhosDe£in¢e


webdesigner:
*Ja(Mulher)*