A penumbra que enfeitiça
(OlhosDe£in¢e)

Declamação: Kondor

Só nós dois, 
na penumbra da noite, 
a vivenciar nossas carícias
em incandescentes ensejos de amor. 

Sorrateira , a brisa que vem do mar
acelera nossos murmúrios 
a cada suave toque de mãos 
a percorrer a pele já coberta de emoções.

Vem ...
Não tenha receio 
de enfeitiçar-me, 
abrace-me como a primeira vez 
que conquistei um beijo seu.

Vem ...
Olhe como a lua nos sorri, 
ouça a suave melodia 
que nos instiga a amar, 
roce seu rosto no meu, 
beije-me escandalosamente, 
fazendo crescer o nosso desejo de amar.

Delícia de momento!
Só agora percebemos,
na penumbra de nosso cenário, 
o quanto fomos feitos para amar!

Curitiba - Brasil 
02/04/2004

********
Clique na figura abaixo
e envie esta página para até 10 pessoas


CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

 Home

webdesigner:
*Ja(Mulher)*